Grupo de Fados de Coimbra

Fado de Coimbra, também designado Canção de Coimbra, é “…uma canção terna, docemente saudosista, mas jovem no seu vigor, no idealismo das atitudes, na esperança de um amor realizável que se oferece, ao mesmo tempo espontâneo e elaborado, de melodia bem contornada e simultaneamente um pouco rebuscada…” (Francisco Faria). Como canção característica de Coimbra e do estudante universitário, versa um misto de irreverência da juventude, amor e saudade. Em suma, traduz o estado de alma das nossas vidas quando temos vinte e poucos anos de idade. A também característica guitarra de Coimbra com uma forma singular (em pêra) e uma afinação própria, permite a audição de melodias inigualáveis, que Augusto Hilário e Carlos Paredes entre outros, bem divulgaram aos “quatro ventos”. Cantores como António Menano, José Afonso, Luís Goes e outros intérpretes de voz e interpretação superior, contribuíram para a transformação do Fado/Canção em ex-líbris da nossa Universidade de Coimbra. Conscientes da importância que a “Canção de Coimbra” tem para a cidade e sua região, o Alma de Coimbra, pretende com a sua correcta interpretação, contribuir para a sua divulgação e conferir-lhe a dignidade que merece e a que tem direito.

 

António José Moreira | guitarra portuguesa

Pedro Lopes | viola

Ricardo Dias | guitarra portuguesa

 

thumbnail

Variações em Lá menor – João Bagão

Balada de Coimbra